Imunocromatografia

A imunocromatografia é baseada na detecção de um antígeno específico através de difusão cromatográfica. Anticorpos monoclonais de camundongo específicos para o antígeno MPT 64 do Mycobacterium tuberculosis, por exemplo, são adicionados a uma membrana de nitrocelulose para agir como anticorpo de captura. Outro anticorpo, que reconhece outro epítopo do MPT 64 e está conjugado com partículas de ouro coloidal é utilizado para a detecção em um ensaio do tipo sanduíche. No trabalho mencionado aqui como referência, foram utilizadas 3 tipos de amostras: i) Culturas de Mycobacterium tuberculosis, ii) Cepas vacinais de Mycobacterium bovis bacilo de Calmette–Guérin (BCG) e iii) Culturas de outras Micobactérias. Foi considerado como resultado negativo a presença de apenas uma banda que representava o controle e como resultado positivo a presença de duas bandas.

Entre as 210 amostras de cepas de Mycobacterium tuberculosis isoladas de pacientes em meio específico, o resultado do teste por imunocromatografia foi positivo para 208 casos. Os dois resultados falsos negativos foram devidos à condensação do fluido de teste no meio Löwenstein Jensen quando da aplicação da amostra e, quando o teste foi realizado novamente nestas duas culturas, o resultado deu positivo para ambos. O artigo continua dizendo que todas as demais micobactérias apresentaram resultado negativo para o teste. Assim, a especificidade e a sensibilidade do teste foram de 100% e 99%, respectivamente e o Valor Preditivo Positivo foi de 100% enquanto o Valor Preditivo Negativo foi de 99%.

No entanto, um trabalho desenvolvido e publicado por pesquisadores da UNESP-Botucatu verificou que o teste imunocromato-gráfico para a pesquisa de Helicobacter pylori em cães não foi específico, já que a forma alongada e espiralada encontrada na microscopia de imersão não é compatí-vel com a espécie H. pylori diagnosticada pela sorologia, e sim compatível com a morfologia do Helicobacter helmanni.

Referências:

Marzouk M, Kahla IB, Hannachi N, Ferjeni A, Salma WB, Ghezal S, Boukadida J. Evaluation of an immunochromatographic assay for rapid identification of Mycobacterium tuberculosis complex in clinical isolates. Diagn. Microbiol. Infect. Dis. 2011 Apr; 69(4):396-9.

 Souza, M. L., Kobayasi, S., Rodrigues, M. A. M., Saad-Hossne, R., Naresse, L. E. Prevalência de Helicobacter em cães oriundos do biotério central da Universidade Estadual de São Paulo (UNESP)-Botucatu. Acta Cir. Bras. 2004.  19(5): 565-570.

Anúncios

Sobre chicoteixeira

Se você pensa ou procura alguém que gosta de estudar, jogar futebol e assistir quase todos os tipos de esportes, então você está no lugar certo.
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s